O fenômeno do tribalismo tem sido observado desde os primórdios das sociedades humanas, onde grupos tendem a desenvolver rivalidades com outros grupos próximos. Essa dinâmica também se reflete na comunidade blockchain, onde Bitcoin e Ethereum, representando os principais ecossistemas de blockchain, mantêm uma longa rivalidade. As diferenças entre Bitcoin e Ethereum vão além das características técnicas, estendendo-se às suas culturas distintas.

Bitcoin

Assim como diferentes ecossistemas evoluem de forma única, as comunidades criptográficas desenvolvem suas próprias culturas, memes e ideologias ao longo do tempo.

No entanto, há indícios de que essa rivalidade está diminuindo. Se essas comunidades conseguirem superar suas diferenças e colaborar, isso poderá contribuir para um ambiente mais harmonioso na web3, beneficiando a todos os envolvidos.

Da Divergência à Convergência

É importante lembrar que o Ethereum teve suas raízes no Bitcoin. Vitalik Buterin, um colaborador regular no fórum Bitcointalk, começou seu trabalho na Bitcoin Magazine. Durante o ICO do Ethereum em 2014, os fundos foram arrecadados com uma proporção de 2.000 ETH por BTC. Muitos dos casos de uso atualmente associados ao Ethereum têm origens no BTC, como as moedas coloridas, precursoras dos NFTs, e o conceito de Camada 2.

Atualmente, o Bitcoin é amplamente reconhecido como reserva de valor e moeda de reserva global, enquanto o Ethereum se destaca como a base para várias cadeias EVM e tokens. A mudança do Ethereum para Prova de Participação acelerou a divergência entre os dois ecossistemas, deixando o BTC como uma das poucas moedas do top 20 ainda baseadas em Prova de Trabalho.

Apesar das óbvias diferenças entre Bitcoin e Ethereum, elas não são insuperáveis. A evolução dos casos de uso das duas cadeias frequentemente se assemelha, e há indícios de convergência. O Ethereum está caminhando para se tornar uma reserva de valor estável, e há discussões sobre a possibilidade de um ETF Ethereum. Enquanto isso, o BTC está desenvolvendo seu próprio ecossistema multi-chain e multi-token, incluindo iniciativas como DeFi e NFTs nativos. Embora haja discordância entre os maximalistas, há mais elementos que unem as duas cadeias do que os que as separam. Embora tenham seguido caminhos opostos, Bitcoin e Ethereum estão agora começando a convergir.

Escolha tecnologia, não tribalismo

Ao invés de se concentrar em disputas sobre qual tecnologia é superior ou quem a implementou primeiro, há vantagens claras para as comunidades Bitcoin e Ethereum ao deixarem de lado suas diferenças. Assim como o globalismo reduziu o tribalismo, a era das múltiplas cadeias tornou as guerras de blockchain obsoletas.

Bitcoin e Ethereum não são mais entidades isoladas, mas sim hubs interconectados que regularmente facilitam a troca de valor através de diversas formas de interoperabilidade. Seria sensato começarem a trocar talentos de desenvolvedor também? A responsabilidade recai sobre os construtores para encontrar maneiras pelas quais ambas as tecnologias possam se beneficiar mutuamente, o que é fundamental para dimensionar a web3 e aumentar sua adoção.

A ascensão dos Ordinais demonstrou um interesse significativo em usar a rede BTC para mais do que apenas armazenar valor. No entanto, adicionar utilidade adicional nativamente é desafiador, considerando as limitações da rede BTC em termos de Turing-completude e capacidade de bloco. Embora tenham sido explorados vários métodos para escalar o Bitcoin, muitos deles requeriam algum nível de centralização até a atualização do Taproot, que introduziu contratos Schnorr Signature e MAST. Essas atualizações permitiram a criação de pontes totalmente sem confiança entre o ecossistema BTC e outras redes, viabilizando soluções de escalabilidade verdadeiramente descentralizadas.

O ecossistema Ethereum já possui um conjunto robusto de ferramentas, contratos inteligentes e aplicativos que podem ser aproveitados para aumentar a compatibilidade e funcionalidade do Bitcoin. Portanto, faz muito mais sentido que o Bitcoin herde tecnologias existentes para determinadas funções, em vez de reinventá-las do zero.

Escale o Bitcoin, aprimore o Ethereum

Uma estratégia evidente para expandir o alcance do Bitcoin no mercado consumidor e explorar novos casos de uso é aproveitar as capacidades oferecidas pelo Taproot para estabelecer pontes sem confiança entre o Bitcoin e redes compatíveis com EVM. Isso poderia desencadear uma série de oportunidades inovadoras para ambos os ecossistemas, criando novas formas para os detentores de Bitcoin se envolverem e, simultaneamente, aumentando a liquidez nas cadeias baseadas em Ethereum.

Embora a perspectiva de utilizar tecnologias compatíveis com EVM para expandir o ecossistema do Bitcoin seja promissora, o maior desafio pode não ser tanto tecnológico, mas cultural. Apesar da ilimitada capacidade humana para inovação, a tendência arraigada de competição mútua continua a ser um obstáculo significativo.

É fundamental que todas as comunidades criptográficas se esforcem para evitar comportamentos prejudiciais herdados da web2 e encontrem maneiras de colaborar efetivamente. Somente através desse esforço conjunto será possível alcançar o pleno potencial da web3. Como destacou Biggie: “Não podemos simplesmente nos entender?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 68,394.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 3,827.61
  • tetherTether (USDT) $ 0.999375
  • bnbBNB (BNB) $ 599.27
  • solanaSolana (SOL) $ 163.44
  • staked-etherLido Staked Ether (STETH) $ 3,826.39
  • usd-coinUSDC (USDC) $ 0.999321
  • xrpXRP (XRP) $ 0.528724
  • dogecoinDogecoin (DOGE) $ 0.166322
  • the-open-networkToncoin (TON) $ 6.33
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.459109
  • avalanche-2Avalanche (AVAX) $ 36.79
  • shiba-inuShiba Inu (SHIB) $ 0.000024
  • wrapped-bitcoinWrapped Bitcoin (WBTC) $ 68,575.00
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 7.56
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 17.12
  • tronTRON (TRX) $ 0.113174
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 485.21
  • nearNEAR Protocol (NEAR) $ 7.83
  • uniswapUniswap (UNI) $ 11.15
  • pepePepe (PEPE) $ 0.000016
  • matic-networkPolygon (MATIC) $ 0.716390
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 83.97
  • fetch-aiFetch.ai (FET) $ 2.23
  • internet-computerInternet Computer (ICP) $ 12.09
  • leo-tokenLEO Token (LEO) $ 5.96
  • daiDai (DAI) $ 0.997843
  • wrapped-eethWrapped eETH (WEETH) $ 3,981.68
  • ethereum-classicEthereum Classic (ETC) $ 31.79
  • aptosAptos (APT) $ 9.09
  • render-tokenRender (RNDR) $ 9.98
  • hedera-hashgraphHedera (HBAR) $ 0.106890
  • renzo-restaked-ethRenzo Restaked ETH (EZETH) $ 3,777.44
  • immutable-xImmutable (IMX) $ 2.36
  • mantleMantle (MNT) $ 1.03
  • kaspaKaspa (KAS) $ 0.139631
  • cosmosCosmos Hub (ATOM) $ 8.40
  • filecoinFilecoin (FIL) $ 5.86
  • crypto-com-chainCronos (CRO) $ 0.119470
  • arbitrumArbitrum (ARB) $ 1.20
  • stellarStellar (XLM) $ 0.108949
  • first-digital-usdFirst Digital USD (FDUSD) $ 0.997341
  • the-graphThe Graph (GRT) $ 0.318035
  • dogwifcoindogwifhat (WIF) $ 2.96
  • bittensorBittensor (TAO) $ 429.66
  • okbOKB (OKB) $ 48.42
  • blockstackStacks (STX) $ 1.98
  • ethena-usdeEthena USDe (USDE) $ 0.998929
  • optimismOptimism (OP) $ 2.54
  • makerMaker (MKR) $ 2,842.26