O Bitcoin está atualmente sendo visto como um forte candidato para superar a marca dos US$ 100 mil este ano.

Enquanto o preço da criptomoeda recentemente atingiu um novo recorde de US$ 73.600, a especulação sobre sua trajetória continua em alta.

Bitcoin

Essa tendência ascendente é impulsionada principalmente pelo sucesso dos ETFs de BTC à vista, que estão atraindo um influxo sem precedentes de investidores tradicionais.

Os especialistas descrevem o Bitcoin como estando em um período de descoberta de preços, indicando que a criptomoeda atingiu novos patamares e está agora explorando território desconhecido. No entanto, a questão permanece: até onde essa ascensão vai?

De acordo com a CryptoQuant, utilizando sua métrica de avaliação de preço BTC Metcalfe, a projeção para o ciclo atual é de US$ 170 mil. Embora esta seja uma estimativa ambiciosa, outros analistas também têm perspectivas otimistas, embora não tão altas.

Por exemplo, os analistas da AllianceBernstein prevêem que o preço do Bitcoin poderá chegar a US$ 150 mil por moeda até 2025, citando o potencial de investimentos adicionais vindos de IRAs, bancos privados e outros grandes players financeiros que ainda não exploraram totalmente os ETFs de BTC.

Os efeitos do halving

O Bitcoin está se preparando para uma grande mudança em abril: o halving. Este evento, que ocorre aproximadamente a cada quatro anos, reduzirá pela metade as recompensas dos mineradores. Com isso, os mineradores, que empregam poder computacional considerável para manter a segurança da rede e produzir novas moedas, enfrentarão um aumento na dificuldade de sua tarefa.

O halving é considerado um fator positivo para o Bitcoin, pois diminui a taxa de criação de novas moedas. Com menos moedas entrando no mercado, espera-se que o preço aumente, desde que a demanda permaneça constante.

Históricamente, os períodos pós-halving têm sido associados a aumentos significativos no preço do Bitcoin, embora nem sempre imediatamente. Markus Thielen, chefe de pesquisa da 10x Research, aponta que as eleições presidenciais dos EUA também desempenharão um papel crucial, observando que após eleições anteriores, o preço do Bitcoin subiu. Ele sugere que o Bitcoin pode chegar a US$ 125 mil este ano como resultado.

Ro Shirole, Diretor Comercial da Saxet, expressa otimismo cauteloso, sugerindo que o Bitcoin poderia atingir entre US$ 120 mil e US$ 180 mil até o final do ano. No entanto, ele alerta que algumas previsões podem ser excessivamente otimistas, referindo-se a previsões anteriores que não se concretizaram.

Em última análise, prever o comportamento do mercado do Bitcoin é especulativo. Bob Bodily, CEO do mercado de Bitcoin Ordinals Bioniq, reconhece a tendência otimista, mas ressalta que as suposições são inerentemente incertas e que qualquer coisa pode acontecer.

Investidor misterioso lucra 8366% em 12 meses operando Bitcoin, entenda

Apesar de operar de forma anônima, Mises Capital mantém uma presença ativa no Twitter, compartilhando insights relacionados ao Bitcoin.

Com uma postura maximalista evidente, um influente membro do CryptoTwitter brasileiro provocou debates ao revelar os resultados de uma operação iniciada em novembro de 2022, que resultou em um impressionante retorno de 8366,11% exclusivamente com Bitcoin.

O responsável por essas operações é o Mises Capital, uma figura anônima que, de acordo com fontes próximas ao investidor citadas pelo Livecoins, é um engenheiro brasileiro baseado em Miami, que adota uma “estratégia relativamente simples”.

Segundo informações fornecidas pelo próprio usuário em entrevista ao portal, a operação teve início em novembro de 2022, quando o Bitcoin estava cotado em cerca de US$ 16.000. Nessa época, o investidor anônimo recomendou publicamente que as pessoas adquirissem Bitcoin.

De acordo com Cauê Oliveira, especialista em Bitcoin do site BlockTrends, o investidor anônimo baseava-se na métrica MVRV naquele momento, a qual avalia a relação entre o valor de mercado de um ativo e o preço médio pago pelos investidores. Uma relação maior indica uma supervalorização do ativo, sinalizando períodos propícios para vendas massivas.

“Mantenho contato com alguns analistas, tanto estrangeiros quanto brasileiros. Naquela época, comecei a acompanhar um relatório on-chain que estava ganhando destaque no Brasil. Isso me levou a iniciar algumas operações, utilizando parte do meu portfólio”, afirmou Mises Capital.

Apesar de ainda acreditar na estratégia de hodl (manter os ativos a longo prazo), Mises Capital observou que era viável operar com base em certos indicadores e obter resultados expressivos com o Bitcoin em determinados momentos.

Aposentado em Bitcoin

Um conhecido do investidor mencionou de forma confidencial que ele tem operado esse ativo por cerca de dez anos, desde que se mudou para os Estados Unidos.

Ao Livecoins, o investidor que preferiu não se identificar afirmou não desejar aparecer por motivos de segurança.

“Ele construiu uma sólida carreira no mercado financeiro, mas eventualmente foi tomado pela inquietude. Vivendo nos EUA durante uma década de taxas de juros baixas, ele percebeu que algo estava errado. O Bitcoin foi a resposta mais clara que encontrou”, disse o conhecido.

Indicadores cripto e análise quântica

A estratégia adotada pelo investidor não identificado associado à Mises Capital envolveu a utilização do conhecido indicador MVRV, mas há outros indicadores on-chain que também são úteis para orientar investidores.

Na prática, até mesmo figuras conhecidas no CryptoTwitter, como PlanB, têm explorado o trading como uma estratégia viável.

PlanB, criador do modelo Stock to Flow (S2F), que avalia o valor de mercado em relação à oferta do ativo (estoque versus fluxo), recentemente colaborou com a exchange Bybit para oferecer a funcionalidade de copy trading. É interessante notar que a operação realizada pelo usuário da Mises Capital ocorreu na mesma exchange, com uma alavancagem de 25x.

Veja também: Halving: evento fez Bitcoin alcançar 8.000%; o que vem por aí?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 64,890.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 3,147.37
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • bnbBNB (BNB) $ 573.74
  • solanaSolana (SOL) $ 149.03
  • usd-coinUSDC (USDC) $ 1.00
  • staked-etherLido Staked Ether (STETH) $ 3,145.52
  • xrpXRP (XRP) $ 0.524805
  • dogecoinDogecoin (DOGE) $ 0.158933
  • the-open-networkToncoin (TON) $ 6.11
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.496905
  • shiba-inuShiba Inu (SHIB) $ 0.000026
  • avalanche-2Avalanche (AVAX) $ 36.92
  • wrapped-bitcoinWrapped Bitcoin (WBTC) $ 65,005.00
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 505.95
  • tronTRON (TRX) $ 0.110632
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 7.09
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 14.75
  • internet-computerInternet Computer (ICP) $ 15.28
  • matic-networkPolygon (MATIC) $ 0.714569
  • nearNEAR Protocol (NEAR) $ 6.19
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 84.02
  • uniswapUniswap (UNI) $ 7.69
  • leo-tokenLEO Token (LEO) $ 5.75
  • daiDai (DAI) $ 1.00
  • aptosAptos (APT) $ 9.90
  • ethereum-classicEthereum Classic (ETC) $ 27.52
  • blockstackStacks (STX) $ 2.77
  • mantleMantle (MNT) $ 1.18
  • first-digital-usdFirst Digital USD (FDUSD) $ 0.998621
  • filecoinFilecoin (FIL) $ 6.50
  • crypto-com-chainCronos (CRO) $ 0.128641
  • render-tokenRender (RNDR) $ 8.86
  • cosmosCosmos Hub (ATOM) $ 8.63
  • okbOKB (OKB) $ 55.10
  • stellarStellar (XLM) $ 0.113827
  • hedera-hashgraphHedera (HBAR) $ 0.089066
  • renzo-restaked-ethRenzo Restaked ETH (EZETH) $ 3,180.88
  • arbitrumArbitrum (ARB) $ 1.19
  • immutable-xImmutable (IMX) $ 2.15
  • bittensorBittensor (TAO) $ 462.37
  • vechainVeChain (VET) $ 0.041935
  • dogwifcoindogwifhat (WIF) $ 2.99
  • makerMaker (MKR) $ 3,055.90
  • kaspaKaspa (KAS) $ 0.116711
  • the-graphThe Graph (GRT) $ 0.280712
  • injective-protocolInjective (INJ) $ 28.48
  • optimismOptimism (OP) $ 2.44
  • fetch-aiFetch.ai (FET) $ 2.41
  • pepePepe (PEPE) $ 0.000006